Quero contar um pouco sobre minha paixão por artesanato.

Desde criança sou fascinada por tudo que se refere a trabalhos manuais e sempre fui muito curiosa em aprender o “como fazer” de tudo. Um item em particular parece ter sido o “carro chefe” dessa minha paixão: uma tiara com mini margaridas coloridas, presente de minha mãe quando eu tinha uns cinco anos… Era uma peça simples, comprada na feira livre. Feita de plástico, tinha várias margaridas coloridas que se encaixavam na tiara. A peça ficava mais tempo em minhas mãos do que usada nos meus cabelos. Era mágico desmontar as margaridas e encaixá-las novamente. Eu me sentia a “autora” da peça. Isso custou muitos pedidos de novas tiaras já que esse “colocar e tirar” das flores acabava por fazer com que os encaixes não mais funcionassem.

A ideia de “fabricar” coisas nunca mais me abandonou. Mais tarde, escolhi o magistério, onde de certa forma, eu podia exercitar também a magia de construir, ensinando e aprendendo sempre.

Claro que logo passei a ser a “decoradora oficial” das salas dos pequenos.

Era motivador dividir com as pequeninas mãos minha habilidade de transformar materiais, aparentemente inúteis, em arte. Sucatas se tornaram ouro e a reciclagem passou a ser minha meta.

Fui desenvolvendo também uma grande capacidade de reproduzir personagens infantis e daí à decoração de festas foi um passo. De novo, fui eleita a “decoradora oficial” das festas familiares e de amigos.

Hoje, aposentada do magistério, pude finalmente me dedicar em tempo integral a essa atividade artesanal que tanto me encanta.

Espero que gostem do meu trabalho onde coloco acima de qualquer conhecimento, muito amor!